Home » Autor: Joao Batista Oliveira

Autor: Joao Batista Oliveira

Joao Batista Oliveira
João Batista Araujo Oliveira é referência nacional em educação. Atuou como professor, pesquisador, consultor e ocupou cargos executivos em organismos nacionais e internacionais. É fundador e presidente do Instituto Alfa e Beto, ONG promotora de políticas práticas de educação que priorizam a alfabetização. Foi secretário-executivo do MEC (1995) e idealizou o programa Acelera Brasil, que visa acelerar e corrigir o fluxo escolar com o apoio do Instituto Ayrton Senna. João Batista é psicólogo e Ph.D em Educação pela Florida State University (EUA). Já publicou dezenas de livros, entre eles: “A Pedagogia do sucesso” (Saraiva, 2001), “A Escola vista por dentro” (Alfa Educativa, 2002), “ABC do alfabetizador” (Alfa Educativa , 2005), “Aprender e ensinar” (Alfa Educativa, 2006), “Reforma na educação: por onde começar?” (Alfa Educativa, 2006), “Usando textos na sala de aula: tipos e gêneros textuais” (Alfa Educativa, 2006), “Alfabetização de crianças e adultos: novos parâmetros” (Alfa Educativa, 2007).

Como saber se o professor dá certo?

Educação infantil. Veja que diálogo estranho: — O que você faz? — Sou professora de educação infantil. — E o que você leciona? — ???? A anedota sugere a complexidade do tema. Na educação infantil, são inadequados termos como “professor”, “ensino” e alguns outros que são próprios da cultura...

Leia mais »

A ineficiência nos gastos educacionais

Um competente estudo realizado por técnicos do Tesouro Nacional a respeito de ineficiência nos gastos educacionais vem provocando reações veementes de vários setores que deveriam ser os primeiros a aplaudi-lo. Vale analisar o estudo e as reações. O estudo mostra o que todos sabemos: gastamos muito mal em educação....

Leia mais »

Habemus curriculum?

Ainda não. Deu fumaça preta. Mas temos um ensaio: o Ministério da Educação (MEC) enviou ao Conselho Nacional de Educação (CNE) o embrião do que poderia vir a se tornar um programa de ensino. Os países com bom desempenho em educação têm uma orientação sobre o que deve ser...

Leia mais »

Cérebro e alfabetização

O que diriam os neurocientistas e estudiosos da Ciência Cognitiva da Leitura se o Ministério da Educação (MEC) lhes pedisse para opinarem sobre o recém-lançado programa Alfabetização na Idade Certa? Embora essa parcela da comunidade científica não tenha sido convidada a opinar, é justo que a sociedade saiba o...

Leia mais »

Corporativismo, de novo, contra a educação

Certos professores e sindicatos são a força do status quo no ensino. Beneficiários dele, são rápidos em declarar inimigo quem quer avaliar resultados Cláudia Costin é secretária municipal de Educação do Rio de Janeiro e foi ministra da Administração no governo FHC. Como gestora experiente, ama falar em resultados....

Leia mais »

Prova Brasil – novos resultados, velhas mazelas

Saíram no mês passado os novos resultados da Prova Brasil. E não há como não comentá-los, identificando os problemas e contradições visíveis. Não por acaso, o Ministério da Educação pôs em relevo o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), no qual pôde destacar alguns avanços, e não a...

Leia mais »

Alfabetização na idade errada

Quem tem filho em escola particular sabe que a idade certa para alfabetizar é aos seis anos. Por que o MEC propõe que isso possa ocorrer aos oito anos na escola pública? Há vários critérios para balizar uma resposta: a experiência nacional, a experiência internacional e a evidência científica....

Leia mais »

CNE e o pesadelo do ensino médio

Por João Batista Oliveira, Simon Schwartzman e Cláudio de Moura Castro Há um abismo separando o ensino médio no Brasil do que se faz no resto do mundo. Exemplo dessa distância é a Resolução 2, de 30 de janeiro de 2012, do Conselho Nacional de Educação (CNE). Ali se...

Leia mais »

Educação: as lições do professor Hanushek

Os países em desenvolvimento mais que duplicaram seus recursos em educação, nos últimos 20 anos. No geral, o esforço financeiro esteve associado à expansão. Em poucos casos, o recurso adicional se converteu em resultados, o que ocorreu especialmente em países da Ásia. Apenas contar com mais dinheiro não resolve....

Leia mais »

Dilemas no ensino médio

No mundo, o ensino médio é sinônimo de diversificação: em nenhum caso há, como aqui, a decisão de uma educação igual, geral e obrigatória para todos O secretário da Educação de São Paulo propõe reduzir a carga horária de matemática e língua portuguesa no ensino médio para dar mais...

Leia mais »

Prova para professores é mais uma jabuticaba

Sempre julguei que uma prova nacional para professores fosse uma boa solução. Selecionaria pessoas equipadas para o magistério e apontaria às instituições formadoras aspectos importantes na preparação dos recursos humanos. A recente iniciativa do Ministério da Educação (MEC) mostrou-me que meu repentino otimismo era infundado. Mais uma vez, venceram...

Leia mais »

O exterminador do futuro

O ensino médio está em busca de solução. Seu formato atual não é aderente à realidade do país e do mercado de trabalho. Os jovens encontram-se desestimulados e sem opção, e o mercado, desatendido. O ministério da Educação (MEC) e o Conselho Nacional de Educação (CNE) falharam na concepção...

Leia mais »

Exterminador do futuro

O Brasil ainda não acertou no Ensino Médio. Vem aí outra reforma e as chances de êxito são mínimas. A proposta do MEC consiste em ampliar o atendimento para o tempo integral e incluir, no segundo turno, a formação profissional. Tudo indica que esse ciclo – considerado o exterminador...

Leia mais »

O PNE melhora a Educação?

O novo Plano Nacional de Educação (PNE) estabelece 20 metas para o período 2010-2020. O Brasil é único no mundo: só nós operamos com tal quantidade de metas. E também só nós as temos sem prioridades, sem foco, sem recursos associados às ações e sem as consequências cabíveis ao...

Leia mais »

Pisa – os dois Brasis

A nova rodada do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa) confirma: há dois Brasis. O Brasil das escolas particulares, com 502 pontos, bem próximo à média dos países da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), e o das escolas públicas, com média de 387 pontos, na rabeira...

Leia mais »
Voltar ao Topo